Fim de semana terá maior volume de chuvas em algumas regiões do Brasil

Previsão do tempo para sábado, 27

Sul

O tempo mostra que a chuva persiste pela Região Sul, com acumulados elevados ainda em boa parte do Rio Grande do Sul e sul de Santa Catarina. Um sistema de baixa pressão dá origem a uma frente fria que aos poucos avança para as áreas mais ao norte da região. O grande destaque do sábado são as temperaturas que diminuem em boa parte do Rio Grande do Sul, mas principalmente na Fronteira Oeste e Campanha, onde deve fazer frio, mesmo na parte da tarde.

Sudeste

A chuva persiste de forma muito isolada em boa parte do estado de São Paulo, entre a faixa leste, Região Metropolitana, região de Campinas e Vale do Paraíba. Chove também entre o sul de Minas e parte da Zona da Mata. Mas essa chuva ainda vem especialmente no período da tarde e sem expectativa para acumulados significativos. Mesmo assim há risco para trovoadas. A chuva ocorre especialmente por conta da combinação entre calor e umidade, mas na maior parte do dia, o predomínio é de sol nestas áreas.

Por outro lado, entre as demais áreas da região, segue a condição de tempo firme e seco, principalmente nas horas mais quentes do dia.

Centro-Oeste

A previsão do tempo mostra que a chuva será concentrada no centro e noroeste do Mato Grosso, com potencial para temporais isolados. Nas demais áreas da região, o tempo firme persiste, com sol, calor e baixos índices de umidade do ar nas horas mais quentes do dia. Isso ocorre inclusive nas três capitais da região Centro-Oeste e também no Distrito Federal.

Nordeste

A meteorologia destaca para chuvas significativas no Maranhão, Piauí e Ceará. Muita chuva também entre o Rio Grande do Norte, litoral da Paraíba, Pernambuco e Alagoas. Pancadas isoladas apenas no interior destes estados e também em Sergipe. Por outro lado, o estado da Bahia tem mais um dia de sol, calor e baixos índices de umidade relativa do ar, o que já provoca preocupações aos produtores rurais do estado.

Norte

Deve chover de maneira forte e com altos volumes no Amazonas e pelo Pará, por conta de instabilidades tropicais. O mês de março deve terminar com chuva ainda pesada em boa parte da região Norte. Por outro lado, no sul do Tocantins, o tempo será seco, com muito calor e baixa umidade do ar, durante os meios de tardes.

Previsão do tempo para domingo, 28

Sul

As temperaturas seguem mais amenas no Rio Grande do Sul e a chuva persiste. Os maiores volumes são esperados para o extremo sul gaúcho e também entre as serras gaúcha e catarinense. Nas demais áreas da região ainda chove, mas de forma isolada e com acumulados mais baixos. Mesmo assim há risco para temporais com rajadas de vento que podem passar dos 70km/h nos três estados. Na madrugada do sábado para o domingo os temporais e ventos podem passar dos 80km/h nas áreas mais centrais do Rio Grande do Sul. Por outro lado, no domingo o tempo firme já volta a predominar no extremo oeste gaúcho.

Sudeste

Um sistema de alta pressão atmosférica segue atuando na região, inibindo a formação de nuvens mais carregadas em boa parte da região. O que provoca chuva em boa parte de São Paulo, sul de Minas e Zona da Mata é a combinação entre calor e umidade. No Espírito Santo e no Norte Fluminense, um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis pode provocar chuva forte durante o domingo.

Centro-Oeste

O tempo segue firme em Goiás, praticamente todo o estado de Mato Grosso do Sul e sudoeste de Mato Grosso, inclusive na capital Cuiabá. Nas demais áreas do Mato Grosso, segue a condição para chuva forte a qualquer momento do dia e temporais isolados.

Nordeste

A condição será semelhante ao sábado, com chuva forte e volumosa no Maranhão, Piauí e Ceará, especialmente por conta da atuação da Zona de Convergência Intertropical. Para o Rio Grande do Norte, litoral da Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Sergipe chuva isolada e com baixos acumulados. Na Bahia o domingo será mais um dia com tempo firme, com sol, calor e baixos índices de umidade do ar.

Norte

Pancadas isoladas de chuva retornam para o sul do Tocantins. Assim como em boa parte da região, essa chuva ocorre de maneira isolada e com baixos acumulados. Mesmo assim, não se descarta a chance de temporais isolados.

Essas instabilidades estão associadas principalmente à combinação entre calor e umidade. Maiores acumulados são esperados para o nordeste do Pará e Amapá, por conta da atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT). Tempo firme apenas no sul do Tocantins.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima